: Os meus pequenos sóis.


Há sempre dias em que não apetece sair da cama. Ou porque dormimos mal ou porque iremos fazer algo nesse dia (ou em algum próximo) que nos deixa ansiosos. Os motivos são os mais variados. Acordamos com mau humor e tudo o que nos rodeia parece conspirar para que fiquemos em baixo até voltarmos à cama. Mas depois surge algo que nos deixa com um sorriso na cara. Pode até ser uma coisa pequena, como vermos uma flor que gostamos. E, naquele momento, o nosso coração alegra-se e as nuvens negras parecem afastar-se. Eu também tenho destes momentos. Daqueles em que só me apetece ficar agarrada à almofada e dos outros em que o meu coração se ilumina simplesmente por ver algo que me deixa feliz.

E, acreditem, o meu coração ilumina-se muito facilmente. Ora é porque vejo uma papoila, ora é porque me deito ao sol enquanto oiço música. Acho, muito sinceramente, que não fui feita para ficar muito tempo triste. Mas a maneira mais fácil de melhorar o meu dia é ficar na companhia dos meus pequenos. Para eles sou linda, sou uma princesa, sou uma rainha. Deles recebo beijos, abraços, pedem-me colo. Sentem-se seguros junto a mim e eu resguardo-os no interior dos meus braços. Eles deixam-me feliz. Há dias que acordo com um humor de cão. Mas assim que o primeiro chega e me vem dar um abraço não dá para evitar sorrir. Eles são o melhor sol para os meus dias cinzentos.

Comentários

  1. Há coisas e que pessoas que mudam os nossos dias para melhor =)

    ResponderEliminar
  2. «Acho, muito sinceramente, que não fui feita para ficar muito tempo triste». Somos duas!
    As crianças são mesmo o melhor do mundo. É incrível como conseguem mudar logo a nossa má disposição *.*

    ResponderEliminar
  3. r: Que bom! Fico mesmo contente por teres gostado :D

    ResponderEliminar
  4. Opá tu tens mesmo um dom para lidar com crianças :) é visível através destes teus relatos perceber facilmente que eles te adoram e só podia mesmo ser assim, tu pareces igualmente apaixonada por eles :D

    ResponderEliminar
  5. Deve ser uma sensação incrível, saber como somos importantes para pessoas pequeninas que ainda pouco conhecem do mundo, e mesmo assim conseguem encontrar o melhor em nós :)

    ResponderEliminar
  6. Nem muito tempo triste, nem muito tempo zangado.
    Acho que a vida é tão curta que não podemos gastá-la com zangas e a pensar em coisas tristes.

    P.S. agora percebo porque passaste o dia a trabalhar na rua e não és vendedora ambulante, nem a empregada da câmara que apanha o lixo. ahahah
    Epá, mas não moramos assim tão longe e aqui (arredores de Odivelas) esteve vento frio todo o dia. A sério, de manhã então, estava um briol de bater o dente. xD

    ResponderEliminar
  7. Mas aqui não há "legionela". ahahah

    ResponderEliminar
  8. "Não fui feita para ficar muito tempo triste " - senti que me estavas a descrever! E percebo tão bem o que dizes :) às vezes, as coisas mais pequenas iluminam o nosso coração bem lá no fundinho e tudo melhora um pouco :)

    ResponderEliminar
  9. Estás à vontade para dar as respostas que entenderes.
    Só tenho de pedir desculpa porque tenho estado a tratar da papelada do IRS e não dei seguimento ao assunto.
    Pronto e como hoje recebi vários comentários de pessoas que se riem sempre muito com as minhas parvoeiras, já fui sacar uma imagem e dentro de dias vou aparecer com novo nome. Ainda não digo qual, para aparecer de surpresa.
    E agora vou-me estender a dorm... ver televisão, porque o IRS cansou-me. xD

    ResponderEliminar
  10. adoro a forma como escreves e como adoras a tua profissão :)

    ResponderEliminar
  11. Nada melhor do que ter vários pedacinhos de sol para alegrar os nossos momentos escuros. Também me acho assim como te descreves, é o melhor que podemos fazer por nós!

    beijinhos :)

    ResponderEliminar
  12. Porque achas que me refiro a certas pessoas no blog como "os meus sois?" :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?