: Os problemas de ser adulto.


Quando somos crianças é tudo muito bonito. Na generalidade dos casos temos sempre alguém que cuide de nós, das nossas feridas. Que alimente os nossos sonhos ou acalme os nossos medos. Quando somos crianças é tudo fácil. E este estado de letargia perante a realidade do mundo acompanha-nos até sermos lançados para a realidade, sem redes de protecção. Aí todos esperam de nós força, empenho e foco. Esperam que nós sejamos capazes de nos tornarmos a nossa própria rede de protecção. E aqui começamos a pensar o quão bom era ser criança.

Sou sincera, eu apercebi-me bem cedo da realidade que me envolvia. Vi os meus pais terem o dinheiro contado para todas as despesas; Cresci sabendo que não poderia ter aquilo que a minha carteira não cobria. Nunca fui de querer grandes coisas ou as melhores do mercado. E agora, que comecei a procurar uma casa, vejo que isso foi uma boa experiência. Não procuro casas novas, cheias de apetrechos. Não quero uma casa cara num condomínio privado. Quero o meu cantinho, pequenino de preferência (que quem aspira a casa sou eu e quero ter pouco trabalho!) e perto do trabalho, para que possa continuar a ir a pé. Vêem? Não peço muito. Mas ainda assim estou cheia de medos. Medo de não sentir o clique ao entrar nas casas. Medo de ficar sem trabalho e não conseguir pagar as prestações. Medo de fazer o pior crédito possível porque não entendo nada do que as pessoas do banco me dizem.

Mas o meu maior medo nem é dar este pulo e arriscar. O meu maior medo - que nem é medo, é mais preocupação - é no final das contas não conseguir equipar logo a casa com as coisas básicas e fundamentais. Sonho, há muitos anos, em comprar uma casa. Mas agora que esse sonho está mais perto quase tenho pesadelos com isso. Posso voltar a ser criança? Já estou farta desta história a que chamam ser adulto...

Comentários

  1. Verás que tudo corre bem. O medo faz parte de tudo na vida, mas quando as coisas se compõem, passa.

    ResponderEliminar
  2. A experiência só se ganha com o passar dos anos e com a vida nas nossas mãos.
    Se pensares que podes ficar desempregada, nunca vais dar um passo que seja.
    A minha filha decidiu comprar casa ao fim de 4 anos a dar formação, a recibo verde e outros 4 anos depois, ficou sem trabalho na área do ensino.
    Se ela não tivesse comprado casa, provavelmente tinha-se encostado a nós e esperava que lhe caísse um emprego do céu. Como tinha encargos e responsabilidades (porque ela vive sozinha), agarrou-se ao emprego que arranjou. Não tinha nada a ver com ensino, mas pagou as contas até conseguir voltar ao ensino.
    Às vezes é difícil vivermos por nossa conta, mas é isso que nos torna adultos responsáveis.
    Boa sorte. :)

    ResponderEliminar
  3. Sonhamos muito e na maior parte das vezes aproveitamos as oportunidades que surgem para os realizarmos, mas é exatamente quando estamos perto disso que começamos a recuar, a colocar tudo em perspetiva, precisamente porque começamos a ter preocupações que não tínhamos antes. Esta transição para a fase adulta é complexa, tira-nos o chão em algumas ocasiões.
    São esses receios que tu tens que não te deixarão perder o foco daquilo que realmente é importante.

    r: Muito obrigada! Também espero que esse dia chegue porque acho exatamente o mesmo :D

    ResponderEliminar
  4. Tu vais conseguir, princesa. Faz como nos Sims, compras as coisas mais baratas (mas que funcionem) e depois vais ficando rica e fazes upgrade para as mais caras... ou então fazes o código. <3 Estou ansiosa para ir à tua casa nova e se quiseres companhia eu adoro procurar casas e ver casas <3

    ResponderEliminar
  5. A realidade é uma coisa complicada... Espero que essas preocupações não tenham fundo de razão.

    ResponderEliminar
  6. Vais ver que vai correr tudo bem, e que vais conseguir arranjar casa e equipar logo com as coisas essenciais.
    Tens de contar o dinheiro, começar a ver preços e organizar isso tudo. Era o que eu faria :)

    ResponderEliminar
  7. Tornarmo-nos verdadeiros donos da nossa vida pode começar por ser difícil. Concordo que seja tudo muito mais fácil quando não é preciso termos a capacidade de decidir o que vem a seguir e a responsabilidade das ações que tomamos sobre os ombros. Que todas as tuas preocupações não passem disso mesmo, e que consigas sustentar a tua vida :)

    Um beijinho!!

    ResponderEliminar
  8. r: então espero que daqui a 3 anos, com a tua idade pense o mesmo :p

    ResponderEliminar
  9. Como te compreendo! Ando com esse mesmo medo e preocupação! Mas há-de correr tudo bem princesa :')

    ResponderEliminar
  10. Com calma, tempo e ponderação tudo se consegue =) Ser criança ajuda-nos a crescer e a ser adultos!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?