domingo, junho 7

: Podes vir... Todos te esperam.


A conversa começou como uma brincadeira. Eu juntei os trapinhos com o David e as minhas amigas mais próximas disseram a frase da praxe «Para quando é o bebé?». Eu ri-me e disse-lhes para me darem tempo de perceber se esta coisa de partilhar casa resultava para nós. Bom... está mais do que provado que resulta. Talvez ajude o facto de termos tão pouco tempo juntos que o queremos aproveitar da melhor forma! A conversa passou da brincadeira para uma pergunta recheada de verdade. Uma dessas minhas amigas todos os dias me diz que está na minha hora e faz questão de trazer para junto de mim o irmão de três meses de uma das nossas meninas. E eu perco-me de amores pelas suas bochechas, pelos seus pés pequenos, pelo seu sorriso desdentado. Imagino-me com um ser pequeno ao colo. O relógio toca cada vez mais alto. Já partilhei esta ânsia com o David e ele abraçou-me: afinal de contas é também um desejo dele. Mas, nisto concordámos logo, primeiro é preciso um espaço ao qual possamos chamar nosso. Se isso vai atrasar os nossos planos? Muito provavelmente. Se isso irá fazer o relógio parar de tocar? Muito dificilmente. Prova disso é que fui jantar esta semana com um casal amigo que tem um bebé de sete meses. Pegar nele foi como sentir-me em casa. Olhou para mim, com aqueles olhos claros, e eu perdi-me de amores. Eu sou assim, mulher de muitas paixões. Apaixono-me por corações pequeninos que cabem bem arrumadinhos dentro do meu. E, como se não bastasse, tive consulta também esta semana com a minha ginecologista e logo depois de me cumprimentar perguntou-me «Então, não está a pensar engravidar?». Mas será que se nota assim tanto esta minha vontade? É que está a tornar-se complicado esperar muito mais tempo...

Todos te esperam, Helena. E nós, ainda que seja cedo, já te desejamos.

14 comentários:

  1. Quando a Helena vier terá muitas coisas, mas principalmente amor!

    ResponderEliminar
  2. Oww, obrigada *.* E tens toda a razão! Sabem sempre onde estamos e não nos fazem esperar. É isso mesmo*

    ResponderEliminar
  3. Vou mimar bué a minha sobrinha, estás já avisada :D

    ResponderEliminar
  4. Oh, certamente já faltou mais para vir um bebé a caminho! E eu estarei deste lado ansiosa por ler esses relatos :D

    ResponderEliminar
  5. Este texto transborda amor :D
    r: Pois é, a mal ou a bem acontece sempre qualquer coisa xD
    A sério? xD Estes primeiros dois dias estão a dar-me vontade de pegar no alicate e arrancá-lo xD ahahah

    ResponderEliminar
  6. Nota-se mesmo que queres muito ser mãe e não tenho qualquer dúvida de que a pequena Helena vai ter os pais mais babados :)

    ResponderEliminar
  7. É um desejo lindo que acho que só aumenta com o passar do tempo. Espero que encontrem o vosso espaço em breve e não esperem muito pela altura ideal de serem papás porque todas as alturas são ideais para receber tamanha beleza :)

    ResponderEliminar
  8. Só o facto de ser tão esperada já mostra o amor que vai receber e vais ver que um dia vais ter um bebé ao teu colo (:

    ResponderEliminar
  9. Que inveja dessa tua felicidade, dessa tua relação, desse amor todo :)

    ResponderEliminar
  10. Helena será sem sombra de dúvidas uma menina muito amada!! Que esse teu desejo não se atrase por muito tempo :)

    um beijinho grande

    ResponderEliminar
  11. A Helena ainda só é projecto e já é uma sortuda. Tem uma mãe com um coração cheio de amor.

    ResponderEliminar
  12. Oh tanto carinho que por aí anda! :) é super normal ter esse desejo, faz parte de nós. Eu também sou assim, derreto-me de mimos.
    Vais ver que conseguem o vosso espaço mais rápido do que imaginas :D
    Boa sorte!!! :)

    ResponderEliminar
  13. Ainda não foi feita mas já tá carregadinha de amor... assim é que deve ser.!! Que tudo corra bem nesse sentido e possas realizar esse desejo o quanto antes ^^

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?