: Recados à macaquinha [12]


Talvez não venhas a sentir a música da forma como eu a sinto mas, ainda assim, vou querer apresentar-te ao piano. Quem sabe não te apaixonas por ele e não faças das teclas o teu futuro. Oh, não te preocupes macaquinha, não irei obrigar-te a seguir o sonho que eu abandonei: seria injusto para ti ficares presa a algo que não te completa. Mas experimenta aprender a ler uma pauta. Experimenta aprender a saber onde carregares para tocares as melodias que te irão preencher a alma. Experimenta ajudar-me a afinar uma guitarra. Fi-lo vezes sem conta - com o meu professor de música - e deliciava-me sempre que conseguia encontrar a nota perfeita. Sabes, há poucas coisas que nos acalmem tanto como a música. Ou que nos tornem tão pacientes e metódicos. Estaria a mentir se dissesse que não queria que experimentasses o sabor da música. Porque quero. Quero que consigas compreender este meu amor pelos sustenidos, pelos bemóis, pelas pausas e pelo silêncio que diz tanto quanto uma nota. Espero, do fundo do meu coração, que te apaixones por um instrumento. Podes não querer fazer disso a tua vida mas, meu amor, irás encontrar um amigo para a vida. Irás encontrar uma parte de ti que nunca te abandonará. Que estará presente quando precisares de, simplesmente, encontrar paz. Basta pegar nele e tocar. Macaquinha, nada nos liberta tanto quando a música. E eu só espero que um dia queiras descobrir isso. Cá estarei para te ensinar.

Comentários

  1. É tão querido fazeres este tipo de textos! :')

    ResponderEliminar
  2. Inseri-la no mundo da música, sem qualquer obrigação, como pretendes fazer, é dar-lhe ferramentas para ela explorar o seu caminho e perceber se quer que esta área faça parte dele ou não. E pela paixão que tu tens, e que de certeza que ela será captar de captar, olhará para a música, pelo menos, com encanto.

    ResponderEliminar
  3. Os recados maisi fofos que encontro na blogoesfera são os teus, à tua macaquinha.

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?