: Nós, mulheres, somos mesmo uns bichos estranhos!


Sabem que tiveram um dia completamente cheio quando em poucas horas passam por vários estados: relaxamento, hiperactividade, choque, raiva, tristeza, conformidade, letargia, esperança, felicidade e sonhador. Isto tudo antes da hora de almoço! Não há nada como sentir as coisas ao extremo e sentir necessidade de esmiuçar tudo aquilo que acontece... Obviamente que estou a brincar! Bom mesmo era acontecerem-me as coisas e eu digeri-las como quem come uma bolacha maria. Podia dizer que os meus dias são uma animação mas estaria a mentir: quero uma pausa disto de ser miúda. Já não tem piada...

Comentários

  1. Há dias em que também queria uma pausa!
    r: pois ando! xD

    ResponderEliminar
  2. Somos muito inconstantes, é verdade. Somos uma espécie de tudo em um

    ResponderEliminar
  3. Bichos estranhos há em todo o mundo,mas as mulheres são pessoas humanas,não são consideradas de bichos,com isto,espero ter-te esclarecido!! Desejo-te uma maravilhosa semana,tudo de bom!!

    ResponderEliminar
  4. Eu já não sou miúda e mesmo assim tem uma dezenas de sentimos contraditórios já antes do pequeno almoço :)

    ResponderEliminar
  5. As mulheres e as suas várias almas. Oxalá, às vezes, conseguimos esquecer algumas das suas facetas

    Uma boa semana Cláudia!

    ResponderEliminar
  6. Parece que tudo acontece ao mesmo tempo!
    Força, minha linda <3

    r: Muito obrigada *.* é tão bom ler isso.
    Infelizmente é bem verdade isso.

    ResponderEliminar
  7. tão verdade, como me sinto assim vezes sem conta!

    ResponderEliminar
  8. Acho que não é algo de «ser miúda» :) é algo de «ser humana». Até porque cada vez vejo mais homens a serem tão «sensíveis» quanto nós, mulheres e isso é bom pois se nós sempre sentimos em demasia eles sempre esconderam e sofreram em silêncio em demasia. Os sentimentos são para serem exteriorizados :D

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?