: O quadro nunca pintado.


Alma forte em corpo frágil. Dedos ágeis que percorrem as curvas do pescoço e se perdem na pele suave. Sorriso escondido pelos lábios de forma perfeita e tom claro. Cara lavada, como se de uma tela em branco se tratasse, pronta para ser pintada com as melhores cores que existem. Olhas para ela, acabada de acordar, pensando como consegue ser tão graciosa. Caminha pela casa, sem fazer qualquer barulho, admirando-te através dos seus olhos escuros. E tu sentes-te sortudo. Por tê-la; Por ter o seu amor. Admiras a sua leveza e perdes-te no tempo, seguindo os seus passos. Podias ficar ali o resto do dia: simplesmente admirando-a. Mas sabes, ao mesmo tempo, que ela não gosta de ser observada. Gosta de ser livre. Gosta de ser ela a procurar-te. E tu vives na ânsia de que ela corra para o teu abraço; que preencha o vazio que vos separa com o seu corpo. Vives na ânsia de protegê-la dos males do mundo. Não te preocupes, ela vai procurar-te. No final de cada dia ela vai sentir a tua falta, a falta do toque dos teus dedos robustos na sua pele. Vai deixar de ser, por momentos, a mulher forte dando-te espaço para que possas ser o seu herói. Não estragues o seu amor, não partas o seu corpo frágil. Porque se o fizeres nunca mais vais ter oportunidade de ver um quadro tão bonito quanto ela. 

Comentários

  1. Adorei! Quem me que ele estivesse estivesse a falar sobre mim.
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. São os detalhes que se juntam e que tornam tudo mais perfeito. E é o amor que cresce e que tem que ser cuidado sempre.
    Que lindo, Cláudia! Fico sempre rendida *.*

    ResponderEliminar
  3. "Porque se o fizeres nunca mais vais ter oportunidade de ver um quadro tão bonito quanto ela. "Muitas vezes as pessoas só se apercebem quando é tarde demais.
    Bonito texto.
    r: Para mim é um sítio mágico.

    ResponderEliminar
  4. Que bom sentir, através das tuas palavras, que podemos ser um quadro pintado aos poucos pelas mãos de alguém especial.

    ResponderEliminar
  5. A melhor forma de aproximação, é sabermos até onde podemos ir sem invadir a privacidade do outro. :)

    ResponderEliminar
  6. r: É tão bom quando descobrimos pormenores novos do sítio onde vivemos. Acho que por mais anos que passem nunca o conheceremos a fundo, há sempre algo que nos escapa.

    ResponderEliminar
  7. Partir alguém é o pior que se pode fazer, ainda por cima alguém que é uma tela, um quadro, pintado com as nossas próprias mãos, com os nossos sentimentos.
    Estás a escrever cada vez melhor!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?