domingo, novembro 8

: Sempre no meu coração.


Quando, no início do ano lectivo, o meu coordenador me disse que eu ia mudar de equipa o meu coração ficou apertado. Chorei, até. Custou-me a adaptar, confesso. Mas agora? Agora já me habituei ao ritmo elevado, à falta de espaço, às macacadas que temos de fazer para que as crianças estejam sempre ocupadas. Sinto que fiz uma tempestade num copo de água e afinal de contas também posso ser feliz ali.

Ainda assim, há poucas coisas melhores do que voltar ao local de trabalho onde comecei e receber mil abraços dos meus pequenos; ouvir as coisas bonitas que só eles sabem dizer; matar um pouco das saudades com que fiquei. Agora é só esperar até às férias do Natal para que possa estar bem junto a eles, novamente. Vejo-os crescer ao longe mas uma coisa nunca os abandona: aquela felicidade que me faz sorrir e me aquece o coração. 

3 comentários:

  1. as crianças são mesmo o melhor do mundo, elas têm essa capacidade especial de nos aquecer o coração! :')

    adoro o aspeto do teu blog Cláudia, está lindo! :D

    ResponderEliminar
  2. Mudar nunca é fácil, por isso é natural que surjam as dúvidas e as inseguranças. Mas ainda bem que isso foi desaparecendo com o tempo, levando-te mesmo a ser feliz nessa nova equipa :) é tão bom matar saudades dos nossos

    ResponderEliminar
  3. as crianças são um exemplo para todos nós Todas deviam ter direito a uma infância feliz...

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?