sábado, dezembro 26

: Já nem me reconheço!


Eu sempre fui resmungona quando a situação não me agradava. Nisso saí completamente à minha mãe. Mas antes sabia calar-me. Agora? Agora não só não me calo como me tornei ainda mais segura das minhas opiniões...

O Natal nunca foi para mim os presentes. Vá, talvez tenha sido em criança antes de ter verdadeira consciência do que me rodeava. Mas agora prefiro mesmo a companhia das pessoas importantes e até me esqueço que as prendas estão na árvore. No entanto - e podem até achar que me estou a contradizer - se há coisa que me irrita é a distinção de prendas entre os casais. Já não é a primeira vez que eu recebo algo para a casa enquanto o David recebe algo para ele. Então mas vamos lá ver uma coisa... ele não vai usar a casa também? Será que vivo no século passado em que a mulher tem de se anular para ser esposa, mãe e dona de casa?

Querem oferecer algo para a casa? É sempre bem vindo e até prefiro receber prendas para ela do que para mim. Mas façam-no oferecendo aos dois. A casa não é só minha, não se esqueçam. Até porque por aqui dividem-se tarefas. Que eu cá recuso-me a ser escrava de alguém. 

Nota-se que sou muito protestante?!

13 comentários:

  1. Naaa, nem um bocadinho! Mas és uma protestante cheia de razão e acho que isso é o que realmente importa!

    ResponderEliminar
  2. Muito bem dito! Eu ca nao gosto de receber coisas para a casa. Eu gosto de receber uma coisa para mim.. que foi pensado em mim! Coisas para a casa todos usam e é super genérico...

    ResponderEliminar
  3. Cheguei até aqui por vários caminhos.... gostei de te ler!
    Farei isso com mais calma, com mais vagar, conhecendo-te um pouco mais.
    Gostaria de seguir-te, mas tenho receio, pois meu blog é um blog de temática erótica, com imagens e poemas (meus!!!) um pouco pesados...]
    Posso te seguir? Nesse caso, gostaria que você me informasse.. pode ser por aqui, pois virei saber se foi-me permitido seguir-te...
    Posso vir aqui mais vezes?
    Um Feliz 2016....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. És livre de me seguir se assim o quiseres. Não posso (nem devo) proibir ninguém de me seguir. Espero, por isso, mais vezes a tua visita :)

      Feliz 2016

      Eliminar
  4. Sinta-se à vontade para NÃO publicar meu comentário.
    Entenderei com tranquilidade...

    ResponderEliminar
  5. N, n axo que sejas protestante. Aliás axo que teria a mesma reação que tu pq se só me oferecessem prendas só para a casa e o meu namorado (imaginário) recebesse presentes dele, axaria um pouco injusto.
    Bjs

    ResponderEliminar
  6. As pessoas têm que ser coerentes. Se oferecem algo para a casa, já estão a oferecer uma prenda ao casal. Agora, se querem dar prendas individuais façam-no conscientes de que aquilo que vão oferecer é mesmo para uso da pessoa. Não faz sentido haver situações como a que enumeraste, precisamente porque a casa é dos dois.

    ResponderEliminar
  7. Para mim,o Natal é como outro dia qualquer,vive-se igual a um outro dia,passa-se de igual forma,não ligo à cena dos presentes,espero que tu tenhas uma vida repleta de sorrisos e de saúde,isso é o principal que podemos levar da vida!! http://anitanamusica.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  8. Eu acho que tens toda a razão!!! Eu também ficaria um pouco indignada com essas situações.

    ResponderEliminar
  9. O importante é saber sempre quando estar calado. Heheh.
    Beijinho e espero que tenhas tido um bom Natal mesmo resmungando tanto! ♥

    ResponderEliminar
  10. Este post foi muito feminista! Atrás dela!!!! *multidão enfurecida corre atrás de ti*

    Compreendo a tua frustração. Agora que "todos" sabem que vão viver juntos, era esperado oferecerem uma maquina de fazer tostas a oferecer um jogo para ele e um avental para ti. :P

    ResponderEliminar
  11. Concordo plenamente contigo, como não podia deixar de ser :p

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?