segunda-feira, fevereiro 1

: Recados à Macaquinha [18]


Não tenhas pressa em procurar o amor. Não tenhas pressa em apresentar-nos um namorado - ou uma namorada, que cá em casa não existem juízos de valor. Nem todos os amores vão ser tão puros e descomprometidos como aquele que eu o teu pai temos por ti. Nem todos os amores te irão fazer sorrir e te irão fazer sentir nas nuvens. Macaquinha, o amor também pode magoar. E eu não quero que sofras cedo demais. Não quero que as dores do coração te condicionem o futuro. Talvez te vás virar para mim e me vás dizer - como eu disse à tua avó - que queres aprender com os teus próprios erros. E aí eu irei dizer-te aquilo que ela me disse: há erros que podemos evitar se ouvirmos os mais velhos. Irás revirar-me os olhos, provavelmente não me irás ouvir e procurarás as tuas próprias respostas. Não há mal nisso. Há sempre um momento na vida em que começamos a seguir o nosso caminho, à nossa maneira. Mas não tenhas pressa. Vive cada ano ao máximo, aproveita a tua juventude para ser a única coisa que nunca mais voltarás a ser: uma jovem sem preocupações. Não queiras ser adulta ainda antes de seres adolescente. Brinca. Salta. Suja-te. Anda de baloiço. Não importa que todos os teus colegas já passem o dia fora de casa, sozinhos. Há tempo para tudo, não queiras crescer à força. Já tive a tua idade e sei que te irás sentir tentada a imitar todos os outros. Irás querer pertencer a um grupo. Talvez vás achar que somos da época passada ou até que encaramos a vida como uns velhos, por não permitirmos que faças tudo o que os outros fazem. Não me importa. Um dia, quando chegares à minha idade, irás compreender todas as nossas atitudes. Tal como eu agora compreendo as dos meus pais. É o ciclo natural da vida, meu amor. E eu estou preparada para o começar a viver.

11 comentários:

  1. Está um texto maravilhoso e tão verdadeiro!

    ResponderEliminar
  2. Uau..que lindas e tocantes palavras...é como se trouxessem aquela sensação de que poderiam ser ditas por qualquer mãe ou pai...muito bonito..o amor em forma de palavras!
    Abraço!

    ResponderEliminar
  3. Fizeste-me lembrar tantas coisas, nestas tuas palavras. Uma "dose de nostalgia", pelo bom sentido! :)
    Será uma "macaquinha" cheia de sorte, com certeza! E hão-de aprender muito uma com a outra. Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Ter pressa é aquilo que nos mata os sonhos. Cada coisa a seu tempo.
    Mais um recado maravilhoso! É por estas e por outras que tenho a certeza que a tua macaquinha será uma sortuda por vos ter como pais

    ResponderEliminar
  5. O ciclo de vida mais conhecido por todos nós... Palavras sempre lindas à tua macaquinha

    ResponderEliminar
  6. É mesmo esse o sentimento por que todos passamos. Ainda me lembro de chamar antiquada à minha mãe e não compreender o porquê de alguns nãos. Hoje sei e compreendo mas outrora custou-me muito ouvi-los :)

    ResponderEliminar
  7. Que texto lindo, adorei !
    with love, KATE ❤

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?