terça-feira, fevereiro 16

: Recados à Macaquinha [19]



Ainda não sei como te irás sentir em relação à escola. Talvez vás adorá-la, como eu. Ou, quem sabe, irás gostar pouco de aprender teoria, como o teu pai. Irei aceitar tudo aquilo que sentires e irei ajudar-te a seguires o melhor caminho. Terás que completar o secundário - tal como a tua avó sempre me disse - mas não me importo nada que o faças através de um curso profissional que te prepara logo para o mundo real, como fez o teu pai. Se ficarei feliz caso me digas que queres ir para a faculdade? Sim, sem dúvida. Porque sei que podem ser os melhores anos da nossa vida. E, por isso mesmo, quero que dês esse passo em direcção ao teu curso de sonho. Não importa o que os outros digam em relação às tuas escolhas. De que vale fazermos um curso do qual não gostamos verdadeiramente? Sabes o que me disse a mãe de um dos meninos do meu último estágio? "Para aqueles que fazem o que amam há sempre um lugar". Nunca te esqueças deste sábio conselho.

Quero levar-te a visitar as faculdades que mais te agradam para que sintas, bem no teu coração, em qual delas te sentes em casa. Foi o que a tua avó me proporcionou. Visitei duas das faculdades que pus na minha candidatura e foi logo na primeira que me senti em casa. Apaixonei-me pela arquitectura, pelas linhas antigas no meio de uma cidade sempre em mudança e movimento. Apaixonei-me pelo salão nobre e pelo piano no palco. Disse, para mim mesma, que um dia iria tocar nele e só ali faria sentido estudar. Os meus desejos cumpriram-se, com muito esforço da minha parte. Fui feliz ali, durante quatro anos. Toquei, vezes sem conta, naquele piano. Conheci pessoas que me ajudaram a crescer, mesmo que hoje já não façam parte da minha vida. Guardo as memórias mais doces e divertidas de toda a minha vida. Ali ri, chorei, aprendi a gostar de mim. A aceitar-me. Se quero que vivas tudo isto? Sem dúvida! Se vou ser egoísta e obrigar-te a ir para a faculdade? Nem pensar. Longe vai o tempo em que ter uma licenciatura nos ajudava a arranjar trabalho! Irás para a faculdade se assim o desejares. Mas se o fizeres escolhe bem. Para que, por muitos anos que passem, os teus olhos brilhem sempre que a visitares. Para que, por muitos anos que passem, sintas que ali foste feliz. Se assim for saberás que tomaste a melhor decisão da tua vida.

5 comentários:

  1. Conselho sábio, sem dúvida.
    Era bom que todos os pais fossem assim, compreensivos as hell! (:
    kiss na cheek

    ResponderEliminar
  2. Tentamos sempre ser melhores do que os nossos pais foram connosco. Vai correr bem!

    ResponderEliminar
  3. Concordo, de nada vale tirarmos um curso que não nos interessa só por causa dos outros. Enquanto pais temos que proporcionar o melhor para os nossos filhos e dar-lhes liberdade para que tracem o caminho deles.

    ResponderEliminar
  4. Adoro esta ideia dos recadinhos :)
    E que bom partilhares as tuas boas experiências e quereres proporcionar essa oportunidade também.
    Beijinhos

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?