sexta-feira, fevereiro 19

: Vem e leva tudo o que é teu.


Julgava-me uma pessoa inteligente, atenta aos pormenores, até te conhecer. Fiquei toldada pela paixão, ignorei a voz da razão e pensei ver em ti um arco-íris de felicidade. Como me enganei... Tive pressa em avançar na nossa relação e tropecei em mil mentiras. Fui beliscada pelo teu afastamento e por uma solidão que nunca imaginei. Mesmo quando estavas em casa era como se não fosses mais do que um mero visitante, com horas para voltar à sua vida. Nunca tinha sentido tanta falta de amor na minha vida. E logo vindo de ti, o romântico que não desistiu até que eu lhe entregasse o meu coração. Apanhaste o meu ponto fraco. E o pior de tudo é que eu deixei. Deixei que entrasses na minha vida, que a virasses do avesso e que me deixasses assim. Fui eu que permiti que traísses a minha confiança e que me magoasses. Devia ter-te afastado bem mais cedo. Mas custou, apesar de saber que nunca poderás compreender o que senti. Custou aceitar que me enganaste, que fiquei cega por amor. Mas agora, que deixou de doer, tens tudo arrumado para que saias da minha vida. Não te posso dizer que já não te amo. Mas, depois de um período de luto demasiado grande, percebi que primeiro devo amar-me a mim mesma. A porta da minha casa nunca mais se abrirá para ti.

#história de bolso
#fictício

8 comentários:

  1. Abrimos o nosso coração e entregamo-nos por inteiro. E quando do outro lado a resposta não é igual magoamo-nos. Iludimo-nos e demoramos demasiado tempo a aceitar que merecemos melhor
    Intenso! Adorei, como sempre *.*

    ResponderEliminar
  2. r: Somos duas :)

    A caixa do Principezinho está mesmo fantástica, pena é o preço não ser muito convidativo.

    Recomendo o livro, porque, apesar de ser sobre um tema delicado, não é uma leitura pesada. Claro que há momentos que nos apertam o coração, mas não tem aquela "carga negativa", digamos assim, que encontramos em alguns.

    Precisamente!

    Muito, muito obrigada *.*

    Foi um hábito que, infelizmente, nunca tive muito presente na minha vida, mas quero mudar isso.

    ResponderEliminar
  3. Embora ficção mais uma vez espetacular. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  4. Adorei o texto, até porque retrata muito bem uma relação/ fase da minha vida...
    Beijinhos ^^

    ResponderEliminar
  5. Há decisões difíceis de tomar mas nós devemos estar estar sempre em primeiro lugar.
    Beijinhos

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?