sexta-feira, abril 22

: Um dilema nada importante...

Antes de verem o filme tenho a dizer que me debati com uma dualidade dentro da minha cabeça durante um bom tempo, que me levou a chegar a duas conclusões que, mesmo sendo completamente diferentes, não sobrevivem uma sem a outra:

Ponto positivo de ser filha única - não tenho pessoas a pregarem-me partidas destas.

Ponto negativo de ser filha única - não tenho pessoas a quem pregar partidas destas!

Fora as minhas maluquices vejam o filme e divirtam-se. 

7 comentários:

  1. Fenomenal!!!! O máximo que os meus irmãos me faziam era dizer que me roubaram ao ciganos x) Isto é outro nível!

    ResponderEliminar
  2. Tenho duas irmãs e embora as vezes as coisas não corram muito bem acho que os momentos positivos acabam por superar :P

    ResponderEliminar
  3. Acho que gostávamos sempre de poder experimentar os dois lado, falo por mim que não sou filha única e gostava de saber qual é a sensação!

    ResponderEliminar
  4. Eu e o meu irmão também somos cão e gato, mas não a este ponto :) eheh

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?