quarta-feira, junho 1

: As voltas que a vida dá.

 
Até há uns dias atrás sentia-me no fundo do poço, com problemas empilhados nos meus ombros. E, de um dia para o outro, todo um novo mundo se abriu à minha frente. Arranjei um segundo trabalho, a fazer umas horas numa creche, para ocupar o tempo morto que me fazia perder tempo a pensar no que não devia. Já trabalhei lá alguns dias e não podia estar mais contente. Já há muito tempo que não me sentia tão aconchegada no trabalho. Nem sequer imaginava as saudades que tinha daquelas mãos tão pequeninas que nos procuram durante a hora da sesta. Agora trabalho, literalmente, desde o sol nascer até ao sol pôr mas está a valer a pena. Este esforço irá abrir-me portas no futuro. E além disso não custa fazer aquilo que nos completa. Aquilo para o qual nascemos. E, agora mais do que nunca, sinto que estou no caminho certo. Os problemas começam a cair para o chão ficando para trás, resolvidos. O sol finalmente apareceu e as nuvens cinzentas deixaram de habitar o meu pequeno mundo. Agora posso aproveitar para respirar fundo e sentir-me mais leve. Agora aprendi a gerir-me ainda melhor, visto que o tempo escasseia. Os sonhos estão mais perto de se concretizarem. E só por isso vale a pena todo o cansaço que sinto.
 

8 comentários:

  1. Voltaste aos tempos do Salazar, em que se trabalhava de sol a sol eheheh
    Os problemas se calhar não desapareceram todos. Não tens é tempo nem para pensar neles. :)

    ResponderEliminar
  2. Que boa essa oportunidade!
    Que o céu solarengo se prolongue por muito tempo :)

    ResponderEliminar
  3. Boa sorte para o teu novo trabalho e para tudo na tua vida :)

    ResponderEliminar
  4. Muito bom, muito bem!
    Crianças têm um dom de relativizar tudo :)

    ResponderEliminar
  5. Não sabes o quanto fico feliz por ler isto! Não sabes mesmo! Que tenhas muita sorte minha princesa <3

    ResponderEliminar
  6. Ainda bem que está tudo a melhorar! :D

    ResponderEliminar
  7. É tao bom ler isto,
    ficomuito contenta por ti
    tudo de bom
    beijinhos

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?