: Tenho lágrima fácil.


Só agora, prestes a sair definitivamente do ATL, me estou a dar conta das saudades que vou levar comigo. Claro que eu sabia que me ia custar despedir de algumas famílias e, principalmente, de algumas crianças. Mas há um mês atrás não me permitia perder tempo a pensar nisso. Há um mês atrás não me permitia pensar nas conversas, nos adeus, nas palavras de boa sorte. Há um mês atrás não me permitia pensar nas lágrimas que ia prender. Mas hoje foi o dia de finalmente pensar nisso. Hoje foi o primeiro dia em que tive que enfrentar uma despedida dura, de uma das famílias que mais me acarinhou. Hoje foi a primeira vez em que percebi, verdadeiramente, que os próximos quatro dias vão ser difíceis. Que vou deixar todas aquelas crianças para abraçar um novo desafio. Irei fazer-lhes visitas, estão mais que prometidas, mas nunca mais teremos aquele laço diário que nos uniu durante - em alguns dos casos - três anos. Na próxima quarta-feira, quando a ficha cair por completo, vou sentir o meu coração despedaçado pela saudade. Irá valer-nos a amizade e o carinho que sempre nos uniu. Ficarão os abraços. As palavras doces. Os dias em que eles me fizeram sentir feliz. Ficarão as memórias. 

Agora sim, vai começar a doer.

Comentários

  1. Só temos saudades das coisas boas :) no fundo, acabam por ser um bom sinal, embora doam sempre um bocadinho... mas vais encontrar outros meninos e outras famílias, vais ver!

    ResponderEliminar
  2. O coração tem a capacidade de guardar a saudade na gaveta das recordações e partir numa nova aventura.
    Se o novo desafio valer a pena, vais ultrapassar essa fase mais depressa do que julgas.
    A vida também é feita de chegadas e partidas... de encontros e desencontros... :)

    ResponderEliminar
  3. Espero que as coisas melhorem, muita força.... beijinhos!

    ResponderEliminar
  4. Só de ler já fiquei de coração apertado! Força, minha querida <3

    ResponderEliminar
  5. As despedidas são sempre tão difíceis, mas a memórias ficarão :)

    ResponderEliminar
  6. A vida é feita de ciclos e por vezes na hora de mudar para outro ciclo, a mudança pode ser bem dolorosa. Principalmente se fomos felizes.
    Força, Cláudia, já sabes que vai ser um pouco difícil, mas aguardam-te novas experiências, mesmo que sejam incertas.
    Vai tudo correr bem :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Ficam as (boas) memórias, como bem dizes! É complicado deixar algo que gostamos. Vais mudar de trabalho princesa?

    R: Nem eu quero cortar completamente, há muita coisa que eu gosto, aí está um problema!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?