: Filmes Giros | Volta à terra


Não é segredo para ninguém que eu tenho uma paixão desmedida pelo Norte de Portugal. Não pelas grandes cidades, desenganem-se. Sou uma verdadeira apaixonada pelas aldeias, pelo silêncio, pelo sotaque típico, pela força das gentes das terra. Quando, há cerca de uma semana, o David me disse que eu tinha que ver este filme fiquei desconfiada. Mas ele não podia ter acertado mais. É um documentário que mostra a vida dos habitantes de Uz, uma pequena aldeia que fica entre o Minho e Trás-Os-Montes. Mostra os seus costumes e mostra-os, para minha grande felicidade, sem preconceitos ou pudores. Parece-nos estar lá com eles, nos seus afazeres. Transportou-me para as minhas maravilhosas experiências em aldeias de Viseu.

Ri mais do que muito, com a genuidade das pessoas. Especialmente do "personagem" principal: Daniel. Bateram-me as saudades de Adenodeiro, aldeia que adotei como o melhor lugar do mundo. Ficou a vontade de visitar Uz, de conhecer aquelas pessoas em carne e osso. De conhecer a Laranja, a melhor vaca de todo o mundo! 

É um filme que recomendo a quem gosta do nosso Portugal, que gosta de ver as pessoas como elas são, que se orgulha naquilo que o nosso país tem de melhor. É um filme que passa a correr e que vos vai deixar com um sorriso no rosto, acreditem!

Comentários

Enviar um comentário

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?