: Nove corações em mim.


Às vezes fico confusa com tamanho carinho que nutro por crianças que não me são directamente nada. Sofro com as suas dores, apresso-me a secar-lhes as lágrimas, rio com as coisas que me dizem, abraçamo-nos só porque sim. Conheço cada uma delas como a palma da minha mão e só fico bem comigo mesma se lhes der o máximo de mim. Tenho a sorte - sim a sorte - de só ter nove crianças na sala. Posso dedicar-lhes todo o meu tempo, ouvi-las, sentir o que me querem transmitir. Posso trabalhar individualmente de uma maneira mais profunda do que alguma vez consegui. Para outras educadoras talvez uma sala com nove crianças seja uma anedota. Para mim é a melhor coisa que poderia ter acontecido aqueles pequenos. Posso sentar-me com cada um diariamente, ajudá-los a crescer, perceber quais são as suas fragilidades e trabalhá-las sem pressas. Já estive em salas com mais de vinte crianças e sinto as diferenças na pele. Consigo dar mais de mim, consigo chegar mais longe. Vejo-os a crescer, sinto-os a darem passos de gigante. Seja por começarem a dizer um simples "se faz favor" ou por conseguirem reconhecer os números. Festejamos todas as pequenas vitórias e até eles aprenderam a congratular-se uns aos outros. E nada é mais especial do que assistir a isso: há sua amizade que não pára de crescer. São poucos mas, talvez por isso, são cada vez mais unidos. E, quando há uns dias atrás, fechei os olhos por segundos e os ouvi brincar, sorri. Ali todos nós somos felizes. Não podia pedir mais nada.

Comentários

  1. Quando estive a estagiar em creche, o grupo tinha 11 crianças. Agora na pré estou num grupo de 20. Aparentemente, não é uma diferença assim tão grande, mas, de facto, na prática é abismal.

    r: Concordo :)

    O Miguel Araújo é extraordinário *.*

    ResponderEliminar
  2. é assim quando se faz aquilo que se gosta...dá-se o máximo...


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  3. É tão bom quando gostamos daquilo que fazemos e quando somos felizes a faze-lo!

    ResponderEliminar
  4. Realmente, é excelente para eles serem só 9, para poderem beneficiar da tua atenção! Cheguei a frequentar o curso de Prof. Ensino Básico e bem me lembro da dificuldade que tive, no 2º ano, quando tive de começar a fazer um mini-estágio de um dia por semana, em reter a atenção das crianças!
    Bjs

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?