: Um grande amor como o nosso.


Seis anos e meio. De um amor que foi crescendo gradualmente e que hoje nos abraça fortemente. De um amor que nasceu, reforçado na amizade que inicialmente nos uniu. Um amor que nasceu sem darmos por isso, depois de tantos desencontros e olhares que nunca chegámos a cruzar. Quando alguém nos pergunta como nos conhecemos acabamos sempre a sorrir um ao outro, cúmplices. É difícil de acreditar que estivemos no mesmo sítio - ao mesmo tempo - dois meses antes de nos conhecermos, que pássamos lado e lado, partilhámos grupo de amigos e que ainda assim não nos vimos. É engraçado pensar que viemos conhecer-nos aqui, no mundo dos blogues, onde éramos nós sem máscaras ou pudores. Que pudemos conhecer-nos sem nos preocuparmos com aparências físicas. De conversas banais passámos para conversas que duravam o dia todo. Começaram as saudades, as palavras doces, o sentimento que crescia, as combinações para um gelado e um passeio. Daí ao primeiro abraço físico foi um salto. Daí até percebermos que era amor foi um pulinho. E desse pulinho até hoje passaram seis anos e meio. De um amor que vivemos de forma calma, recatada, sem grandes pressas. De um amor que nos uniu para sempre, aconteça o que acontecer. Que venham mais anos!!

Comentários

  1. A sério? Mas que história encantadora. Adoro saber que ainda existe histórias de amor assim.

    Querida Cláudia, gostei muito do teu blogue. Vou seguir. Se quiseres, faz o mesmo. Obrigada. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Muitos parabéns por estes seis anos e meio! Que venham mesmo muitos mais de um amor tão bonito e cúmplice :)

    ResponderEliminar
  3. É sempre tão especial cada mês ao lado daquela pessoa... Que as celebrações do vosso amor nunca acabem!

    ResponderEliminar
  4. Não há nada mais mágico... parabéns!!

    ResponderEliminar
  5. Que bonito. Que seja então, um amor sempre vosso. Parabéns.

    ResponderEliminar
  6. Um grande viva ao amor, das coisas mais lindas do mundo :)

    ResponderEliminar
  7. Parece-me um amor tão doce, tão simples e verdadeiro. O tempo passa rápido e o amor faz-nos tão bem ao coração

    ResponderEliminar
  8. Descobri agora o teu blogue e estou a adorar!
    Para além de amares música tal como eu, tens uma história de amor absolutamente encantadora, awn!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?