quarta-feira, fevereiro 1

: Particularidades à la Cláudia #4


Sou aquela pessoa que raramente tem febre. Passo anos - literalmente - sem ter uma pontada de temperatura a mais. Mas quando tenho, basta ser uns meros 37,5 e não só dou logo conta como parece que estou para morrer. Começo logo a tremer, as dores musculares atacam e só uma boa manta me ajuda. 

Mas pior, pior só mesmo começar a ter febre meia hora depois de sair da medicina no trabalho. Que, por acaso, foi o que me aconteceu ontem!! Agora é repouso absoluto. Só comigo...

12 comentários:

  1. Eu quando fico doente é mesmo a sério :s

    ResponderEliminar
  2. Comigo também é assim, mas nesse caso o aparecimento da febre foi um bocado impertinente... meia hora depois da consulta! Adorei a ilustração :)

    ResponderEliminar
  3. Também é raro ter febre.
    As melhoras, minha querida!

    ResponderEliminar
  4. Só te posso desejar as melhoras rápidas. ^^
    kiss na cheek

    ResponderEliminar
  5. Tens o termostato muito sensível...
    Eu em pequeno chorava assim que me sentia doente, porque tinha medo de ter febre. Ainda tenho medo de ter febre porque sei que vou delirar, que a cabeça não pára e que só vou descansar o cérebro com um saco de gelo na cabeça.
    Resguarda-te do frio, porque a gripe este ano veio para durar. Pega-se aos pulmões que nem uma lapa e custa a abalar.
    As melhoras.

    ResponderEliminar
  6. também nunca estou doente com febre, mas quando estou, estou a sério. no fim de dezembro, estava a ver que ia desta para melhor (exageroooo! ahahah) com uma gripe!

    r: owww! obrigada <3

    ResponderEliminar
  7. É raríssimo ter febre. Mas isso é que foi pontaria.

    ResponderEliminar
  8. essa coisa de raramente ter febre mas quando dá, dá com força, percebo-te bem ! as melhoras :D

    ResponderEliminar
  9. Esteve doente recentemente e foi mesmo a sério, já não tinha uma assim há imenso tempo. Em dois dias fiquei com a garganta super inflamada e chegou às cordas vocais. Não conseguia falar! Estava mesmo mal :(

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?