: Sentimentos em constante vaivém.


Nunca o nome deste blogue fez tanto sentido para caracterizar a minha vida. Nem mesmo quando o criei se interligava de forma tão perfeita com a minha disposição. Sempre fui mulher de muitas marés, de constantes idas e vindas sem explicação. O meu humor saltita sem que eu o consiga agarrar ou sequer compreender. E, ultimamente, os meus dias têm sido uma mistura de altos e baixos, de calma e pressa, de felicidade e tristeza. Dias leves ficam pesados; Dias tristes tornam-se felizes. Nunca sei com o que contar, nunca sei aquilo que pensar. Podia até dizer que não sou feliz assim mas estaria a mentir. Esta constante inconstância foi o que sempre me caracterizou. E a verdade é que aprendi a viver com ela. Aprendi a tirar o melhor até do pior. Não saberia viver de outra forma.

Comentários

  1. O importante é mesmo tirar o melhor do pior! Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Acredito que a vida é mesmo isso, uma constante mudança de marés.

    ResponderEliminar
  3. «Aprendi a tirar o melhor até do pior», identifiquei-me tanto!

    ResponderEliminar
  4. As mulheres são como a lua, têm fases... :) eu adoro partilhar no meu blogue!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?