sábado, maio 27

: Vai cair um santinho do altar!



Quem já me acompanha há mais tempo sabe que eu nunca - ou quase nunca - falo de coisas sobre beleza. Primeiro porque é um tema que não me fascina e, segundo, porque é raro comprar qualquer produto que seja. Talvez por isso, quando as minhas patroas nos ofereceram uma sessão com uma consultora da Mary Kay eu tenha torcido o nariz. Aceitei ir depois de me dizerem que era para nos ensinar a limpar a pele e os cuidados diários a ter com ela.

Tenho que ser sincera e dizer que adorei o cheiro dos produtos e o resultado final que ficou na minha pele da cara e nas minhas mãos, sempre tão secas. Ficaram macias como há muito não as sentia. Já não gostei tanto da parte de pôr base e ao contrário de quem foi comigo à sessão não quis por rímel nem nada dessas coisas que, nem sei bem porquê, mexem com o meu sistema nervoso.

O antes e o depois...

Se noto diferença? Claro que sim! Se vou começar a pôr base e afins? Não. Desde a sessão que comecei a lavar sempre a cara de manhã e à noite com esfoliante (que eu até já tinha cá em casa) e que ponho protetor de manhã. Mas mais do que isso não farei. Primeiro porque não tenho tempo e, principalmente, porque não me sinto nada natural e se há coisa que eu gosto é de me sentir livre. Por muito natural que seja a maquilhagem sinto-me sempre artificial e isso é algo que me deixa muito pouco à vontade. 

A prova disso foi que dias depois a mesma consultora veio dar-nos uma sessão de auto maquilhagem e eu meti o mínimo dos mínimos. Nada de sombras, blush ou rímel. Aprendi a usar eyeliner, a única coisa que eu ainda uso de vez em quando. Quando saí da sessão só queria chegar a casa para tirar tudo. Sentia-me demasiado exposta, algo que eu nunca gostei. 

O antes e o depois.

Sei que, actualmente, é habitual as mulheres andarem maquilhadas e que, infelizmente, há quem ache que isso é sinónimo de preocupação com a imagem. Mas, falando por mim que raramente ando maquilhada, preocupação com a imagem é sentirmo-nos bem na nossa pele, seja como for. Gosto de andar com a cara limpa, sempre gostei. Se me sinto mal com isso? Nem por isso. Sempre fui assim!

E, sim, eu no trabalho ando quase sempre de fato de treino (as fotos, em dias diferentes, provam isso!). É das coisas que mais adoro no facto de ser Educadora: poder andar super confortável e ninguém me dizer nada! Não há cá dress code!

8 comentários:

  1. Revi-me tanto! Se bem que, ultimamente, tenho abusado muito no uso de batons, isto porque agora coloco quase todos os dias. E depois, para ajudar à festa, como gosto de cores escura acaba por não ficar tão discreto. No entanto, para além disso também só uso lápis e/ou rimel.
    É uma daquelas áreas na qual nunca tive grande interesse. Sei/uso o mínimo dos mínimos.

    r: Obrigada *.*

    ResponderEliminar
  2. Gosto de me maquilhar, mas para o trabalho que tenho também não posso fazê-lo no dia-a-dia. Also, não perco muito tempo a saber quais são os produtos da moda, já que raramente posso usar :P

    ResponderEliminar
  3. não uso maquilhagem mas por vezes aplico um batom
    http://retromaggie.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  4. O importante é que te sintas bem...se não gostas de andar maquilhada, não andas!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  5. Percebo-te perfeitamente. Também não uso maquilhagem a não ser verniz. De resto, zero.

    ResponderEliminar
  6. Quiseram arrastar-te para a seita da make-up, mas tu não deixaste! Valente =P

    ResponderEliminar
  7. eu nunca usei maquilhagem e também acho que me sentiria super exposta caso o fizesse. a minha pele é cheia de marcas e imperfeições mas, mesmo assim, prefiro que ande nua. e tu és bonita de qualquer maneira e tens um sorriso lindo, pá! :D

    r: obrigadaaa :)

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?