: Quando a dor desaparece.


Durante muitos anos quis esquecer que existias. Quis esquecer que um dia te tinha conhecido e que te tinha dedicado dois anos da minha vida. Até ao dia em que fiz as pazes com o passado. Até ao dia em que interiorizei aquilo que tinha vivido e decidi usar todas as aprendizagens, para encarar o presente com mais força. Deixei de me preocupar com o futuro e os pesadelos acabaram por desaparecer. Deixei de me criticar pelo passado e a felicidade aumentou. Deixei de tentar esquecer-te, consciente de que nunca irias ser eliminado da minha história. Tomei a decisão de aceitar. Aceitar-te. Não como presente mas como um passado que me ajudou a avançar. Que me ajudou a criar fundações para uma nova relação, mais segura. A nossa história, por mais conturbada que tenha sido, ensinou-me tudo aquilo que não quero mais na minha vida. Ajudou-me a separar as águas; A sentir-me segura de tudo o que me faz realmente feliz. Lamento, mas toda a dor que me provocaste foi em vão. Na verdade sou, agora, mais feliz!

Comentários

  1. Se a dor desapareceu, então volta a página sobre esse capítulo. Dedicar-lhe palavras apenas reforça a sua presença. E tu precisas é do sorriso daquilo que tens ao teu lado :)

    ResponderEliminar
  2. A dor que essas pessoas nos trazem é muitas das vezes arrasadora, mas ensina-nos tanto e faz-nos crescer imenso. No momento não percebemos isso mas quando nos libertamos dela é como um renascer.

    ResponderEliminar
  3. Pode parecer um cliché, mas acredito mesmo que tudo nos acontece por alguma razão. Podemos demorar a compreendê-la, mas eventualmente acabamos por retirar uma lição em todos esses momentos. Quanto mais não seja, percebemos exatamente aquilo que não queremos ser, o caminho que não queremos seguir,... Aceitar, na minha opinião, é o melhor que podemos fazer. A nossa história não vai mudar. Agora, seremos muito mais felizes se soubermos reverter as situações a nosso favor, fazendo delas uma constante aprendizagem.

    ResponderEliminar
  4. Faz parte do nosso crescimento, deixarmos as coisas más para trás e seguir em frente :)

    ResponderEliminar
  5. É a melhor atitude a ter :)

    R: Vai sim! eheh

    ResponderEliminar
  6. É verdade... as nossas vivências não nos definem, mas ajudam-nos a aprender, a crescer. Sei perfeitamente qual é a sensação e ainda bem que estás em paz com isso :)

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?