sábado, julho 15

: Era isto que eu precisava.


Um refúgio perdido na natureza onde pudesse estar em paz com os meus dois amores. Um refúgio à beira rio onde pudesse ler tudo aquilo que não consigo ler durante todo o ano e onde os meus pés estivessem sempre frescos. Precisava de me desligar de tudo, reencontrar-me na minha pequena família. Tudo o resto é secundário.

6 comentários:

  1. Aiiii, acho que preciso de algo assim, repleto de livros e com as minhas cadelas a correr de um lado para o outro <3

    Estranha Forma de Ser Jornalista
    http://estranhaformadeserjornalista.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Estou incrivelmente em sintonia contigo. Uma casinha perdida no meio do verde e do azul, com quem mais amamos. Longe da cidade, dos problemas, das mentiras, das confusões e perto do amor e da vida.

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?