quinta-feira, novembro 16

: sem arrependimentos.

#off the records     #histórias de bolso


Não consigo explicar como chegámos ao ponto onde estamos hoje. Ainda há uns meses eras um completo desconhecido, alguém que cumprimentava e com a qual trocava apenas palavras de cortesia, por necessidade. Essas palavras transformaram-se em conversas mais longas, em risos, em partilhas pessoais. Os fins-de-semana passaram a ser oportunidades para marcar saídas e as brincadeiras começaram a ser entendidas só por nós. Os sorrisos; Os olhares. À nossa volta ninguém se apercebeu de nada, alheios a um sentimento que nenhum de nós parecia aceitar. Um toque de mãos. Um leve arrepio. E de repente voltei a ser adolescente. Voltei a sentir-me voar, mesmo sem tirar os pés do chão. Olho para ti e não sei como explicar o que sinto. Sinto-me longe de tudo isto, mesmo estando cada vez mais perto de ti. E tu, sempre pronto para fazer rir, divertes-te a ouvir o meu riso. Fazes de propósito para me veres corar e não desvias o olhar, mesmo quando tudo parece constrangedor. Sonho acordada e estou sempre a olhar para o telemóvel, à procura de notícias tuas. Não sei o que dizer; Não sei o que sentir. Mas sei que tu és, muito provavelmente, a única pessoa com quem quero estar. Agora.

6 comentários:

  1. Adoro, que amoroso. Acho que no geral, voltamos todos a ser adolescentes quando nos aparecem estas pessoas especiais :)

    ResponderEliminar
  2. Aiiii revi-me completamente neste post. Há uns anos o meu namorado era um simples desconhecido, uma pessoa com quem falava raramente. Agora sinto que é o amor da minha vida, nunca senti um sentimento tao forte. Como é que cresceu em tão pouco tempo?

    ResponderEliminar
  3. É quando menos estamos à espera que as coisas acontecem. Porque não procuramos, não forçamos. É tudo tão natural, que se torna mágico.

    ResponderEliminar
  4. Caramba, esse texto tem tudo a ver comigo... Poderia ter sido escrito por mim, na verdade!

    "Não sei o que sentir. Mas sei que tu és, muito provavelmente, a única pessoa com quem quero estar. Agora."

    <3
    www.memorizeis.blogspot.com

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?