quinta-feira, janeiro 11

: Esta deveria ser a melhor época da minha vida.


Lembro-me de ser adolescente - na casa dos meus quinze anos - e achar que os jovens adultos na casa dos vinte tinham toda a sorte do mundo. Já trabalhavam, já tinham as suas casas, tinham a saúde e o tempo do seu lado. A casa dos vinte era, para mim, sinónimo da melhor época das nossas vidas. E agora que já cá estou - com 26 feitos há pouco mais de quinze dias - sinto que fiquei avariada algures no passado. Ter independência financeira é muito giro até as responsabilidades nos atacarem. Ter uma casa própria é muito bom mas, claro está, há sempre algo que não é como tínhamos imaginado (mas isso dá matéria para um outro post). Pior que isso tudo são as dores nos joelhos e nas costas. Logo no início deste ano fui fazer radiografias e ecografias para tentar descobrir o que se passa. E fiquei triste - verdadeiramente triste - por perceber que sou nova e já ando com mazelas que não são supostas para a minha idade. Fiquei triste por perceber que a casa dos vinte não está a ser como eu tinha imaginado. Neste momento sinto que tenho a minha vida em pausa: à espera de resultados para poder agir. Estou proibida de fazer uma série de coisas, até ordem em contrário. Queria regressar ao zumba mas não posso. Queria começar na hidroginástica mas não tenho horário. Sinto-me presa num corpo que não me quer ajudar. Mas, ainda assim, mantenho a minha faceta divertida. E assim serei, mesmo no pior dos cenários. Ainda faltam quatro anos para acabar aquela fase de ouro que em tempos desejei. Há que fazer valer!

17 comentários:

  1. Quando somos mais novos achamos sempre que quando formos mais velhos tudo será diferente e melhor, quando a realidade difere muito do que imaginamos.
    Espero que as coisas melhorem por aí e que possas voltar às coisas que te fazem bem e feliz :)

    ResponderEliminar
  2. Essas dores são muito complicadas.. Espero que melhores ou que arranjes algo que acabe por as silenciar um bocado. Eu tenho um ligeiro problema na coluna e acabei por descobrir que o yoga e musculação (com nada de pesos pesados) me ajudam.
    Vais ver que ainda vais viver muita coisa boa nos teus vintes, e acho que manteres-te positiva é uma ajuda enorme.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. É mesmo. As dores também se apoderam de mim. Muitas horas de trabalho em pé, segurar animais quase o dobro do meu tamanho não ajuda em nada. Gosto muito de receber o salário, mas vejo-o a voar com as faturas da luz, água, gás, etc...Mas ainda assim, prefiro esta vida à dos 15 anos.
    Um beijinho grande*
    Vinte e Muitos

    ResponderEliminar
  4. Tens que manter um pensamento positivo, cada pessoa é diferente e vai encarar problemas diferentes na vida, o que importa é saber como ultrapassá-los, seja qual for a tua idade.
    Keep in mind: a idade é só um número ;)
    beijinhos

    | último post |
    https://eyeelement.blogspot.pt/2018/01/o-cafe-da-me-sono.html

    ResponderEliminar
  5. Eu nunca quis crescer, e chegar aos vinte, agora quase com 27 continuo achar que podia ter ficado mais atrás no tempo, mas a vida não para e nós vamos envelhecendo.

    ResponderEliminar
  6. Como o meu avô dizia, ser adulto não tem piada nenhuma ..

    ResponderEliminar
  7. Senti o mesmo... a flor da idade é mesmo a adolescência! Mal sabíamos nós...

    ResponderEliminar
  8. Consigo te compreender um pouco, tenho apenas 18 anos e já tenho um problema no meu joelho, de momento não é grave mas mais tarde pode vir a ser, já fiz fisioterapia e mesoterapia mas infelizmente tive de abandonar tudo por falta de disponibilidade de horários, as vezes penso sou tão nova e não aproveito as coisa que fazem na minha idade...

    ResponderEliminar
  9. Vemos as coisas à distância e, inevitavelmente, acabamos por criar determinadas expectativas. Quando chega a nossa vez e as coisas não correspondem ficamos desanimados.
    Neste momento, também me sinto em pausa. Com 25 achei que já teria feito/conquistado certas coisas e a verdade é que ainda não aconteceu. Mas o segredo é mesmo não desistir.
    Vai tudo correr pelo melhor, minha querida <3

    ResponderEliminar
  10. bem, numa de te animar, fica já a saber que os 30, apesar de à partida não darmos nada por eles, são melhores do que os 20. por isso não percas já a esperança, podes surpreender-te no futuro. acho que a vida gosta de nos trocar as voltas e dar-nos o que não estamos à espera.

    ResponderEliminar
  11. Partidas que a vida nos prega e troca-nos as voltas todas! Muita força minha querida e vais ver que 2018 vai ser um grande ano!
    Beijinho, Ana Rita*
    BLOG: https://hannamargherita.blogspot.com/ || INSTAGRAM: @rititipi || FACEBOOK: https://www.facebook.com/margheritablog/

    ResponderEliminar
  12. Ainda me lembro que também via os 20 anos com uma curiosidade enorme de como seria quando lá chegasse... agora que os 30 estão mais próximos percebi que os 20 são sinónimo de responsabilidade, trabalho, votos de saúde, construção pessoal e profissional e que a adolescência não nos preparou para isto :) mas há que vivê-los de forma intensa! As melhoras!

    ResponderEliminar
  13. Desejo-te as melhoras e que essas mazelas fiquem todas bem curadas! a casa dos 20 ainda vai valer a pena, ah se vaiii :D

    ResponderEliminar
  14. Eu gostei da casa dos 20 mas, sinceramente, quanto mais me aproximo dos 30 (que estão mesmo aí a bater à porta), melhor me sinto. Espero que venhas a sentir o mesmo (;

    ResponderEliminar
  15. r: No verão não escapa :p

    É verdade, não é algo assim tão recente, tem é tido mais visibilidade nos últimos tempos. Sou como tu, não condeno quem o faça, mas também não sou fã. Nem acho propriamente sensual, para ser sincera.
    Concordo totalmente contigo!

    ResponderEliminar
  16. Percebo perfeitamente o que queres dizer... Sonhamos com uma coisa que se revela outra, mas na altura não tínhamos como saber que seria assim. As melhoras para ti, querida!
    (respondendo ao que deixaste no meu post: percebo-te bem, detesto estas formalidades... até queria ser investigadora, em que tenho de me preocupar zero com isso, mas surgiram poucas oportunidades para tal...)

    ResponderEliminar
  17. Espero que tenha bons resultados nesses exames, não ha de ser nada grave!
    Tenha paciência, pois você esta sim nos melhores anos da sua vida, cada dia que você acorda é a chance de ser o melhor dia da sua vida, e tenho certeza que você terá muitos e muitos melhores dias da sua vida!
    Felicidades, feliz 2018!

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?