terça-feira, janeiro 16

: A importância de dar um bom exemplo.


Há uns tempos atrás - estava eu com as crianças da minha sala e da sala do lado - uma senhora parou junto a mim e perguntou-me se eu era a educadora daquelas crianças. Eu respondi que sim e ela prontamente me disse «Então, por favor, eduque primeiro os pais». O motivo pelo qual ela disse isso foi muito simples: os pais estacionam em segunda fila para irem deixar as crianças à creche, às vezes tapando lugares que estavam vagos. Não tem lógica, eu sei... 

Não é que eu possa fazer algo em relação a isso, visto que seriam precisas bastantes aulas de civismo, mas as palavras da senhora deixaram-me a pensar. Quantas não são as vezes em que nós, professores/educadores, sentimos que a educação é deixada apenas e só nos nossos ombros? Pais que em casa os deixam fazer tudo e que esperam que a escola lhes ensine os limites. Crianças que não dizem se faz favor ou obrigado. Regras básicas da convivência em sociedade. Quantas vezes não somos questionados por termos tido a ousadia de sentarmos a criança para um tempo de descanso? A educação começa em casa. Sim, em casa. É em casa que os pais devem, desde sempre, ensinar as regras de uma boa convicência. É em casa que os pais devem ensinar os limites, mostrando que na vida não podemos ter sempre aquilo que queremos. 

Acreditem, não há nada melhor do que uma criança estar em sala e percebermos que os pais se preocuparam em dar-lhe as bases mais importantes. Depois aí entramos nós para continuar o trabalho, numa parceria constante. E, para isso, temos que dar o exemplo. Quando lhes peço alguma coisa adiciono o se faz favor e depois agradeço-lhes. Quando erro para com as crianças peço-lhes desculpa. Há quem ache que isso não é necessário, mas é super importante. Como faremos uma criança entender que tem que pedir desculpa a um amigo que magoou - ainda que sem querer - se nós adultos não o fazemos? Não tenho vergonha de admitir que errei e, dessa forma, arranjo espaço para eles serem sinceros comigo também. Aconteceu no verão um menino da minha sala mentir às minhas colegas sobre um determinado acontecimento mas assim que eu lhe perguntava ele admitia. Gosto deste ponto em que não há segredos e eles se sentem à vontade para dizer sempre a verdade. Sabem que eu até me posso chatear um pouco mas que depois fica tudo bem e que estarei lá para eles.

A boa educação começa nos adultos. E somos nós que temos que dar o exemplo. Neste momento tenho uma sala exemplar. Se me pedem alguma coisa e não usam as palavras mágicas basta-me dizer não percebi. E eles adicionam logo a palavra. Agradecem. Pedem desculpa. Se deu trabalho? Claro. Foi preciso um trabalho conjunto de casa/escola. Mas vale a pena por sentirmos que estamos a criar futuros adultos que saberão viver em comunidade, da melhor forma possível.

E vocês... também dão um bom exemplo?

11 comentários:

  1. Fiz o meu estágio curricular num local que tinha uma creche e as minhas colegas trabalhavam com algumas dessas crianças. A maioria dos problemas que elas apresentavam eram coisas que podiam ser evitadas se em casa os pais se preocupassem, efetivamente, em serem pais, em educar, em passar tempo de qualidade com os miúdos. As crianças, principalmente, aprendem muito por modelagem. Se nós formos o bom exemplo, elas seguirão o que dizemos/fazemos. Não adianta é dizer-lhes para serem e fazerem assim ou assado e fazermos nós tudo ao contrário.

    ResponderEliminar
  2. Concordo totalmente contigo, a educação começa primeiro em casa, ainda que muitos pais pensem que é na escola através dos professores que os filhos vão começar a ser bem educados, quando isso é tudo menos real. Como tu dizes, é um trabalho que começa em casa, de que adianta os professores ou educadores ensinar-lhes as coisas, se em casa eles não as usam e não têm regras?
    Ainda não tenho filhos, mas é algo que quero ensinar-lhes logo, pequenas regras como o obrigado e o se faz favor.

    ResponderEliminar
  3. "A educação começa nos adultos." - Já conseguiste resumir tudo!
    Adoro estes teus pontos de vista! Sempre construtivos. Um beijinho

    ResponderEliminar
  4. Nao podia concordar mais. As boas maneiras comecam em casa, desde pequenino.
    Um beijinho grande*
    Vinte e Muitos

    ResponderEliminar
  5. Hoje em dia a educação encontra-se muito escassa, mas eu acho que quem te o papel fundamental são os país e por vezes o educador é que tem que ajudar a criança com a educação.

    ResponderEliminar
  6. Eu sempre concordei que a educação é em casa! Os professores/educadores "só servem" para ensinar. Temos que ser nós pais a ensinar boas maneiras, educados, responsáveis, amigos e tudo isso. Não podemos estar à espera que sejam os professores ou educadores que o façam.
    Eu concordo muito contigo e apesar do meu pequeno ainda só ter 11 meses, eu volta e meia agradeço por eu ter pedido uma peça e ele ter dado. São coisas básicas que para mim faz sentido :b
    Excelente texto!

    Beijinhos,
    BLOG DEZASSETE

    ResponderEliminar
  7. Concordo perfeitamente que a educação dá-se em casa, tenho um filho e quero ensiná-lo o melhor possível. E claro que também espero que quando começar a estar na creche e depois mais tarde na escola o ajudem a ser educado como eu o educo em casa.

    ResponderEliminar
  8. «Quantas não são as vezes em que nós, professores/educadores, sentimos que a educação é deixada apenas e só nos nossos ombros?», ainda ontem comentei um ideia semelhante no blogue da Cherry.
    A minha experiência é mais limitada nesta questão, porque apenas tenho os estágios da licenciatura e do mestrado como referência direta, mas houve alturas em que senti isso mesmo. Parte da nossa responsabilidade é educar, mas não podem querer que a assumamos por completo. Tem que haver trabalho em casa; trabalho desenvolvido pelas famílias, para que depois exista essa tal parceria com a escola.
    Dar-lhes um excelente exemplo é crucial, para que saibam viver em sociedade.

    ResponderEliminar
  9. Como eu entendo isso, lembro-me bem quando andava na sala dos miúdos e de facto, muitos dos pais deviam ser educados para darem o exemplo.

    MRS. MARGOT

    ResponderEliminar
  10. Eu acho isso muito importante até porque nós acabamos por ser o reflexo dos nossos pais, tanto em coisas boas como em coisas menos boas. Felizmente tive uma boa educação e espero que quando tiver filhos os consiga educar tão bem como os meus pais me educaram a mim. Beijinhos*

    ResponderEliminar
  11. Tento dar. Acho que a melhor forma de educar é dando o exemplo. Não adianta dizeres que devem fazer assim se depois te vêem fazer assado. Mas muita gente desvaloriza essa aprendizagem por exemplo. E acham que não há necessidade alguma de dizer por favor e obrigada a uma criança, porque só têm que fazer a mais nada. Agem com os miúdos e à frente dos miúdos como se eles não absorvessem tudo...

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?