quarta-feira, abril 18

: Brincadeiras que as crianças vão adorar!

Ao contrário do que muitas pessoas imaginam as crianças não precisam de ter milhares de brinquedos. Precisam, sim, de brinquedos que as façam sonhar; Que lhes estimulem a criatividade. Porque a verdade é que, por exemplo, uma colher às vezes pode tornar-se numa espada para lutar contra um dragão ou, quem sabe, numa chave para um lugar secreto. Não, não estou a delirar. As crianças têm o poder de atribuir diversos sentidos a um mesmo objeto e crescem com essas brincadeiras, abrindo horizontes. Tive a sorte de nascer no início dos anos 90 e tive uma infância repleta de brincadeiras sem tecnologias. Fazia sopas de areia e juro que conseguia ver os legumes entre aqueles pequenos grãos e um ocasional pau que se metesse lá pelo meio. As crianças precisam disto, de sujar as mãos, de sonhar, de se desligar dos aparelhos tecnológicos (estou sempre a bater na mesma tecla, eu sei). Ficam algumas ideias de brincadeiras giras ou de adaptações de "tralha" que quase todos temos em casa e que pode ganhar uma nova vida!! Inspirem-se.


Ideias retiradas do pinterest (o meu melhor amigo nestes últimos meses!)







9 comentários:

  1. Lá em casa tentamos sempre explorar esse lado do filhote!

    Também usamos brinquedos, usamos brinquedos em funções diferentes, usamos coisas da casa enfim o que der na nossa cabeça na altura... sim nosso, porque nós ainda temos essa capacidade de imaginar...

    Óptimo post e óptimas sugestões!

    Beijinhos
    https://titicadeia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. É tão verdade! O problema é que a maior parte destas brincadeiras requerem a ajuda de um adulto ou que um adulto as faça primeiro para que a criança brinque depois, e a maior parte dos pais está cansado/sem paciência para fazer essas coisas quando chega a casa.

    ResponderEliminar
  3. Adoro! Também concordo que devemos estimular as crianças desta maneira, até porque ligá-las às tecnologias tão precocemente é nocivo. São as brincadeiras mais simples que mais puxam pela criatividade e pela genialidade delas :)

    ResponderEliminar
  4. Passei a infância a brincar na terra (vantagem de morar no meio do nada), a andar de bicicleta, a esfolar-me a sujar-me e como costumo dizer; criei-me na mesma :P

    ResponderEliminar
  5. As crianças precisam que lhes seja dado espaço para desenvolverem a sua criatividade. E não vamos conseguir isso se as enchermos com milhares de brinquedos. Muito pelo contrário, só vamos limitá-las!
    No estágio, apliquei algumas destas ideias e foi delicioso observar as brincadeiras paralelas que as crianças inventavam *.*

    ResponderEliminar
  6. Concordo, já li por aí algures que as crianças, por vezes, são como os gatos, brincam mais com objetos que não são propriamente brinquedos, caixas, molas... E concordo que isso estimula bastante a criatividade. Quando era pequena também fazia sopas na areia, gelados, bolos... :D misturava com água e dali surgia tudo :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. A minha infância também foi nessa época e adorei ser criança nos anos 90 :)

    ResponderEliminar
  8. Concordo plenamente contigo e as sugestões são muito boas :)

    ResponderEliminar
  9. Concordo tanto contigo. Eu também tive a sorte de nascer nos anos 90, de brincar com as coisas mais simples e imaginar que era isto ou aquilo, brinquei na rua, sujei-me na lama e fui tão feliz.
    Estraguei alguns lápis de cor, porque fazia de conta que tinha um bar, pintava o fundo dos copos e enchia de água, havia sumos de tudo :p
    As crianças precisam de criar as suas brincadeiras, treinar a criatividade e andar no meio da natureza.

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?