domingo, junho 10

: Vamos falar de Karma?


Eu costumava acreditar no Karma. Costumava acreditar que se fizéssemos algo mau isso iria, eventualmente, virar-se contra nós. Sempre tentei - ainda tento - ajudar quem me rodeia, na medida do que me é possível. Mas, ainda assim, a vida teima em virar-se contra mim. Tanto eu como o David somos do tipo de pessoas que não gosta de atrapalhar terceiros, principalmente quando estamos de carro. Se estacionamos em segunda fila fica sempre um de nós no carro para o tirar caso necessário e nunca estacionamos em lugares que não nos são destinados.

Pois que em Milfontes conseguimos a proeza de estacionar num lugar para deficientes. Se foi de propósito? Não. Aliás, podem não acreditar mas os lugares lá não são todos propriamente fluorescentes. Naquele realmente estava o símbolo no chão mas as pedras usadas eram escuras - da mesma cor dos limites do estacionamento - o que não chama propriamente à atenção. Apercebi-me da porra do sinal quando o carro da GNR parou à minha frente e a agente saiu. Pior, ela percebeu pela minha cara que eu realmente só tinha visto o sinal naquele momento. Sinal esse que nem estava propriamente bem posicionado para o nosso lugar. Ainda assim não nos livrámos da multa. Nem mesmo comigo a dizer que tirava o carro, que tinha sido um descuido e que o meu namorado ia demorar 2 minutos no multibanco. Fizeram o trabalho deles, eu sei. Mas é que não facilitaram nem mesmo depois de verem que o David nunca tinha tido problema algum com a lei. Não facilitaram mesmo depois de verem a nossa morada e perceberem que não éramos dali. Pagámos o que tínhamos a pagar e agora é esperar que não lhe tirem pontos da carta, por ter sido a primeira vez.

Depois disso lembrei-me da época em que tive que andar de muletas e em que quase fui parar ao fosso entre o comboio e a plataforma. Lembrei-me da falta de civismo das pessoas que me empurravam e que nem me vendo de muletas me cediam lugares. Lembrei-me de todas as vezes em que cedi lugares, em que dei passagem às pessoas. Uma pessoa bem tenta ser civilizada mas claramente não compensa... O karma não é de todo meu amigo. 

6 comentários:

  1. Infelizmente é uma das grandes tristezas da nossa sociedade.
    Um beijinho grande*
    Vinte e Muitos
    Unike Store Peças únicas, para mulheres únicas!

    ResponderEliminar
  2. É preciso ter azar :/
    Uma pessoa sabe que estão a fazer o trabalho deles, mas fica sempre aquela frustração, porque podia ter facilitado.


    r: Acredito que foram todos momentos incríveis *-* adorava ver os Pentatonix, os Muse, a Shakira e o Ed Sheeran
    Começamos a pensar no tema mais a fundo e acabamos por nos relembrar sempre de mais. O que é um ótimo sinal

    Acreditas que nunca joguei o Cluedo? :o
    Que saudades dos Digimons! Apesar de também adorar as Navegantes da Lua, os primeiros eram dos meus desenhos animados favoritos
    Anda, o Norte está à tua espera :D
    Fico mesmo contente por teres partilhado essas curiosidades comigo, de coração

    Oh, a Baby Sophie, como é que me pude esquecer dela? Era incrível! Também podia ter entrado naquela lista, sem dúvida.
    Hoje também acho que a decisão deles foi a mais acertada, porque, lá está, o que mais tinha era brinquedos. Revejo-me totalmente nessa postura :D

    Estou desejosa de ler aqueles livros. Caso não possam ser todos, pelo menos, um de cada autor, já ficava feliz :)

    Tal e qual! É que parece que só vêm ao blogue com esse intuito.
    Nem sempre é fácil conjugar tudo, por isso, nem sempre temos o tempo que pretendíamos. Mas acho que o segredo passa por aproveitar quando há essa oportunidade. E não é menos genuíno só porque não podemos visitar determinado blogue diariamente :)

    Coco deve ser um dos que mais me desperta interesse!

    Por acaso, tenho-me dado bem com o meu, mas tenho a preocupação de não fazer disso uma obrigação. Lá está, se o assunto surgir exploro. Se, por acaso, não me sentir inspirada para publicar, não publico. É muito mais gratificante quando desfrutamos desta experiência sem nos incutirmos pressões
    Concordo contigo, minha querida, devem mesmo!
    Oh, que bom que é ler isso. Muito, muito obrigada. Sabes que é reciproco <3

    ResponderEliminar
  3. hello dear! I'm glad I'm on your blog :) I come to read, you write very interesting and inspiring. I really like your post and I can not wait for the next one :) I had to translate words because I speak and write and I read in Polish but I understood a lot :D
    kisses from Poland :*
    ayuna-chan.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. Às vezes depende muito dos agentes com que calhas ! Realmente podiam ter facilitado :/

    ResponderEliminar
  5. Isso não é karma, é estupidez do GNR. Se o carro estivesse estacionado sem ninguém lá dentro, tudo bem. Mas com uma pessoa dentro, é mesmo uma atitude de grunho.
    Eu também detesto ver pessoas saudáveis a estacionar nos lugares para deficientes, mas isso nem foi bem estacionar...
    Se foi a primeira vez, mesmo que a infração seja grave a pena fica suspensa. Não pode é cometer outra idêntica nos próximos (penso que) 5 anos.

    ResponderEliminar
  6. Que azar... Lá está estavam a fazer o trabalho deles, mas torna-se "injusto" quando vocês não o fizeram por querer e além disso lhes explicaram que não eram dali :\

    ResponderEliminar

À noite gosto de contar as estrelas que estão no céu e de ver por onde anda a Lua. E tu do que gostas?